sexta-feira, 25 de março de 2011

AS MÚLTIPLAS 'CAROLINAS' DE ANA

Bruno Calixto
Repórter
                                                                        
 Falar que Ana Carolina é eclética já virou clichê, mas o que alguns ainda não sabem é que ela pode muito mais. Se em 2009, a cantora expandiu sua teia musical nos badalados e disputados saraus na casa do compositor Antônio Villeroy, agora ela passou a receber os ilustres convidados do "fino da bossa" carioca em sua residência, no Jardim Botânico. "Temos cada vez mais participantes músicos e compositores, do Rio, do Brasil e do mundo. Foi em um desses encontros que eu conheci a Chiara Civello. Estiveram em saraus aqui em casa Norah Jones, Madeleine Peyroux e John Legend", conta a cantora juiz - forana que, com a dose certa de contatos no showbiss, está de volta á cidade hoje para show no La Rocca, a partir das 23h.

Do samba, do rock, e da música popular, Ana Carolina está para tudo. Tem uma carta com estilos sonoros variados que ela vem apresentando a turnê "N9ve", desde 2009, após o lançamento do CD homônimo. Em 2010, a artista investiu na exportação de sua matéria - prima para a Europa. "Foram 15 shows em dois períodos, sempre com um público muito quente e carinhoso. Vou guardar ótimas lembranças, principalmente dos shows em Porto, Milão e Londres", comenta. "O projeto  ('N9ve'), graças a Deus, foi e está sendo um sucesso. Já percorri o Brasil todo e, inclusive, fui a Angola, na África. Este ano, voltarei á Santiago, onde fui pela primeira vez com o show 'Dois Quartos', e ainda á Argentina".

Por aqui, Ana diz que vai apresentar uma seleção de músicas de diversos momentos de sua carreira, como "A Canção Tocou na Hora Errada" e "Nada Pra Mim". Estão incluídas também "Garganta", "Rosas", "Quem de Nós Dois", "É Isso Aí", além do sucesso nas rádios de todo o Brasil, "Entreolhares" - uma parceria com Antônio Villeroy e o americano John Legend, ganhador de três troféus no Grammy este ano. "O encontro com o John (Legend) foi muito especial. Como já tinha muita admiração pelo trabalho dele, mandei um e - mail me apresentando. Começamos a nos falar, e mandei esta música, convidando - o para cantar comigo no disco. Ele gostou tanto que acabou fazendo uma versão em inglês. Quando ele esteve no Rio, fizemos um sarau em casa, e tocamos muito, junto com a banda e backing vocals que o acompanham", lembra a cantora, avisando: "O show em Juiz de Fora vai ser sempre diferente, porque é a minha terra. A responsabilidade é maior".

Reformulada, a banda que divide o palco com Ana Carolina traz Marcelo Costa na bateria, Leonardo Reis na percussão, Danilo Andrade nos teclados, André Rodrigues no baixo, e Pedro Baby nos violões e nas guitarras. "Tenho músicos que tocam comigo há muito tempo, como Marcelo Costa e Leonardo Reis. Mas algumas vezes é bom procurar uma sonoridade diferente, como fiz agora", assegura a cantora, ao adiantar que sua apresentação será estruturada em pequenos blocos, com roteiro que traz ainda a inédita "Torpedo", feita em parceria com Mombaça com letra de Gilberto Gil.

A serviço da composição
  
Entre a malhação e a leitura diárias, Ana Carolina não para de compor. Isto porque, segundo ela, este é o caminho para se firmar entre os grandes do ramo no Brasil. "Eu tenho composto bastante com  Edu Krieger e com os meus parceiros mais constantes, como o Antônio Villeroy, Dudu Falcão e Chiara Civello, uma cantora e compositora italiana sensacional que conheci em um sarau aqui no Rio", detalha.

Por outro lado, ela está acostumada a ouvir de tudo, tirando, sempre, uma novidade da cartola, como é o caso do músico Thiago Amud. "Não o conhecia e gostei muito", diz.

O tempo, cada vez mais curto para Ana e todo mundo, trouxe experiência para a cantora, que segue imprimindo sua marca entre os maiores vendedoras de discos do país. No rádio, ela também está entre os mais ouvidos, principalmente porque soube equacionar sua música a obras que ganharam força na voz de intérprete como Maria Bethânia, Gilberto Gil, Seu Jorge, Gal Costa, Zizi Possi, Mart'nália, Paula Lima e muitos outros.

ANA CAROLINA

Hoje, ás 23h, La Rocca
(Avenida Deusdedith Salgado 2.500). 3216 - 1313

FONTE: Tribuna de Minas.                

Nenhum comentário:

Postar um comentário