quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

ANA CAROLINA FALA SOBRE A VINDA AO FESTIVAL DE VERÃO 2011


Em entrevista concedida ao jornalista Hagamenon Brito do Correio*, a cantora, compositora e instrumentista Ana Carolina fala sobre o Festival de Verão e sua emoção com o público do evento, e revela que gostaria de conhecer o trabalho de novos compositores baianos.

A artista é um dos destaques mais esperados do Palco 2011, na sexta - feira, dia 04 de fevereiro, e irá dividir a noite com outros ícones da música brasileira e baiana como Luan Santana, Asa de Águia, Harmonia do Samba e Tomate - que se apresentam no mesmo palco -, além de Luiza Possi e Jorge Vercilo, que tocam na Concha Acústica Maurício de Nassau, e os sambistas Nelson Rufino e Arlindo Cruz, na Casa do Samba, entre tantas outras atrações.

"O Festival de Verão é um dos eventos mais importantes da música no Brasil, primeiro porque o público de Salvador participa muito dos shows e sua alegria contagiante entrega ao artista um outro sentido para o show. Eu me sinto como se fosse uma extensão de todas aquelas pessoas, é o contrário - eles pulam e eu pulo também! Depois, o meu show é só sucesso (risos), tive a sorte de ter tocado em rádio e novela de 3 a 4 músicas por disco. Hoje, com 9 discos, os sucessos obviamente se multiplicaram. Tenho a felicidade de poder dizer que minha carreira vai de vento em polpa, comemora a artista.

Leia a entrevista completa:

Qual a importância para você em participar do Festival de Verão de Salvador?
O Festival de Verão é um dos eventos mais importantes da música no Brasil, primeiro porque o público de Salvador participa muito dos shows e sua alegria contagiante entrega ao artista um outro sentido para o show. Eu me sinto como se fosse uma extensão de todas aquelas pessoas, é o contrário - eles pulam e eu pulo também! Depois, o meu show é só sucesso (risos), tive a sorte de ter tocado em rádio e novela de 3 a 4 músicas por disco. Hoje, com 9 discos, os sucessos obviamente se multiplicaram. Tenho a felicidade de poder dizer que minha carreira vai de vento em polpa.

Na temporada 2010, você fez apresentações na Europa. Como foi a reação do público ao seu pop brasileiro?
Fiz uma turnê na Europa e estive em seis países: França, Itália, Espanha, Suíça, Portugal e Londres. Foi incrível! Em meio às apresentações do show N9ve que é meu último disco, criei um outro projeto chamado Ensaio de Cores com três músicas maravilhosas: Délia Fischer, Gretel Paganini e Lanlan, que é baiana. Somente nós quatro no palco fazendo não só minhas músicas, mas algumas releituras como Todas Elas Juntas Num Só Ser, de Lenine e Rennó. Durante esse show, rola uma exibição de meus quadros no telão e eles ficam no foyer do teatro para a venda, com a verba arrecadada para a Associação dos Diabéticos do Brasil.

Você passa uma imagem de mulher forte, decidida. Gostou da eleição de Dilma Roussef para a presidência do Brasil? Ela também é uma mulher de imagem forte...
Fiquei super feliz com a entrada da Dilma. Acho que um país como o Brasil precisa de Rousseff, com seu histórico de militância onde fez parte de organizações que defendiam a luta armada contra o regime militar! Uma mulher forte a frente de um país como o Brasil!

Falando em mulheres, você foi assistir ao show de  Amy Winehouse no Rio de Janeiro. O que achou?
Fui ao show da Amy Winehouse, sim. Acho que ela tem um talento incomensurável, só não gosto quando ela faz como fez - um show curto e preguiçoso. Me senti desprestigiada como público, apesar de amá - la! Ouvi dizer que ela ganhou R$ 13 milhões nessa turnê do Brasil... Deveria ter se esforçado mais no show, não? Acho que o próximo disco de Amy Winehouse é o produto mais esperado no mundo musical hoje!

No seu último disco, N9ve, você ampliou o leque de parceiros. Novidades nessa área?
Continuo firme e forte com Chiara Civello e Antônio Villeroy, sendo que o Edu Krieger tem sido muito frequente. Edu Krieger tem um talento inacreditável, entre nós rolou uma química maravilhosa, acabei de fazer quatro músicas com ele. Compositora italiana, radicada em Nova York e muito talentosa, Chiara Civello foi meu primeiro lançamento pelo selo Armazém. Gravamos juntas a canção Resta, que entrou na trilha sonora da novela Passione. Outras surpresas virão...

Você falou em Edu Krieger, que é um jovem talento carioca, bom compositor, bom instrumentista. A música popular brasileira sempre produz novos talentos...
Sim. Aliás, gostaria de conhecer alguns compositores da Bahia e já já devo vir a Salvador pra fazer isso!

Repertório de Ana Carolina para o show do Festival de Verão 2011:

*Dez Minutos
*Hoje Eu Tô Sozinha
*Confesso
*Trancado
*Nua
*Pra Rua Me Levar
*Encostar na Tua
*Dois Bicudos
*8 Estórias 
*Entreolhares
*Tolerância
*O Avesso dos Ponteiros
*Aqui
*A Canção Tocou na Hora Errada
*Vai
*Nada Pra Mim
*É Isso Aí
*Tá Rindo, É?
*Cabide
*Implicante
*Uma Louca Tempestade
*Rosas
*Elevador
*Garganta

FONTE: Portal da Bahia / Correio da Bahia. 
                                                                                                                 

Nenhum comentário:

Postar um comentário