sábado, 6 de março de 2010

ANA CAROLINA VAI AO ATLÂNTICO


A cantora brasileira Ana Carolina apresenta amanhã ás 21 horas, no Cine Atlântico, em Luanda, o segundo espetáculo ao vivo dedicado ao Março Mulher, no qual vai mostrar ao público a beleza acústica e rítmica da pandeireta, acompanhada pela guitarra e a viola.
                      A artista, que ontem realizou um espetáculo de gala na Casa 70, disse que no espetáculo vai apresentar várias linguagens e harmonias da música, particularmente da pandeireta e do samba, estilos com os quais facilmente se identifica.
                    Em Angola, a convite da operadora de telefones moveis Unitel, Ana Carolina realçou que espera, ao longo do espetáculo, usar a experiência adquirida para, se puder, compor temas musicais para um próximo álbum. "Componho todos os dias. Em casa, faço - o com a viola e o baixo, ou qualquer outro instrumento", realçou a cantora, durante a conferência de imprensa realizada quarta - feira, na Rádio Escola. Ana Carolina frisou também que não possui uma fonte de inspiração em particular, descobrindo - as nas pequenas coisas da vida. "Componho com a imaginação, mas ás vezes, com base em factos reais. No entanto, não tenho nada de romântico nas composições".
                    Diabética desde os 16 anos, a cantora explicou que também pinta e tem ajudado vários projectos de solidariedade no Brasil, particularmente, os relacionados com diabéticos. "Sou insulino - dependente. Nós, diabéticos, não somos diferentes das outras pessoas. Não precisamos deixar de fazer coisas. Podemos fazer tudo. É isso que eu digo nas minhas telas ou em cada composição ou tema musical de sucesso que crio", revelou.
                    Temas como "Aqui", "Torpedo", "Tanta Saudade", "Cabide", "Rosas", "Carvão", "Quem de Nós Dois" e "É Isso Aí", são temas que a cantora garante que irá interpretar no concerto, por significarem na sua carreira musical. Cantora, compositora e instrumentista, Ana Carolina nasceu a 9 de Setembro de 1974, em Minas Gerais, e começou a carreira profissionalmente aos 18 anos, em bares de música ao vivo na cidade, com o repertório de Tom Jobim e Chico Buarque. 


FONTE: Jornal de Angola                                                               

Nenhum comentário:

Postar um comentário