sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

VEM AÍ O PRÊMIO MULTISHOW 2010!

PREMIAÇÃO VAI CONTAR COM DUAS NOVE CATEGORIAS.

  
Está chegando a hora de mais uma festa da nossa música. É a décima sétima edição do Prêmio Multishow de Música Brasileira, que vai ocorrer em agosto, e traz algumas novidades e está prestes a começar a primeira fase da votação.
                     Como já é natural, além de escolher o vencedor, o fã é quem decide quem são os concorrentes em cada categoria, por isso, o trabalho começa desde cedo. No dia 22 de fevereiro, essa fase inicial estará aberta no site do Prêmio Multishow e terá término em 23 de maio.
                    Com os concorrentes já escolhidos, começa a votação para a escolha dos vencedores da festa. Eles serão escolhidos entre os dias 27 de maio e 22 de agosto.
                    Além das categorias tradicionais (melhores Grupo, Show, Cantor, Cantora, Revelação, DVD, CD, Música, Clipe, Instrumentista), duas novidades serão incorporadas, são elas: Melhor Cantor ou Dupla Sertaneja e Experimente, que premia a galera nova, cheia de gás e criatividade, mostrando novos sons.
                Isso sem contar o momento em que o anônimo, literalmente, pisa no mesmo palco dos ídolos: o Prêmio TVZé! Mas essa votação só começa também em maio.
                 É preparar o dedo pra votar e torcer pelo seu artista favorito!

FONTE:Globo.com
FOTO: Estampado FC

DICAS:

Melhor Cantora: Ana Carolina
Cantora Revelação: Maria Gadú
Melhor CD: N9ve
Melhor DVD: Multishow Registro: Ana Carolina 9 + Um
Melhor Show: Show N9ve - Ana Carolina
Melhor Música: Entreolhares - Ana Carolina e John Legend
Melhor Clipe: Entreolhares - Ana Carolina e John Legend


FONTE: Fã Clube Donana Carolina                                                                               

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

"O PÚBLICO É O PATRÃO QUE RESOLVE A MINHA VIDA

ANA CAROLINA REÚNE ÍDOLOS DO DVD "9+UM" QUE CELEBRA OS SEUS DEZ ANOS DE CARREIRA. JOHN LEGEND E ESPERANZA SPALDING TAMBÉM LÁ ESTÃO.


Era um desejo juntar tanto talento num DVD comemorativo ou foi uma ideia que surgiu por acaso?

Completando dez anos de carreira, pensei que queria fazer tudo o que tivesse vontade. Falei para o meu empresário que queria fazer um DVD com várias participações. Disse - lhe que queria cantar com a Maria Bethânia, Gilberto Gil, John Legend, Esperanza Spalding. E correu super bem porque as pessoas aceitaram participar e os encontros foram muito legais. Houve histórias curiosas. O John Legend era um cara que eu não conhecia, nunca tinha feito nada com ele. Aí, rolou um e - mail que dizia que eu era uma cantora brasileira e que adoraria que ele participasse no meu DVD. Mandei uma música e ele não só cantou como fez a letra. Fui para Atlanta e gravei um clip com ele. Maria Bethânia foi a primeira pessoa que me pediu uma música e era muito natural que eu a chamasse para cantar uma canção minha que ela gravou ("Eu que Não Sei Quase Nada do Mar"). O Gilberto Gil fez uma parceria chamada "Torpedo" para o disco "N9ve" e logicamente chamei - o para cantar. Assim foi com o Luiz Melodia, um cantor que tem muito swing. Chamei a Roberta Sá para fazer "Milhares de Sambas", a Maria Gadú para uma música inédita chamada "Mais que a Mim", a Zizi Possi para cantar "Ruas de Outono", Angela Rô Rô para fazer "Homens e Mulheres", Seu Jorge para cantar "Tá Rindo, É?" e Antônio Villeroy para cantar uma inédita dele, "Heroína e Vilã".


Como é que se sentiu no meio de cantores de gerações tão diferentes?

Luiz  Melodia eu escutava com 15, 16 anos... Ser fã e colega é uma honra incrível. Fiquei muito emocionada com estas participações que me deram aval para mais dez anos de carreira.

Quando olha para trás e recorda os tempos de menina em que cantava no salão de cabeleireiro da sua mãe, o que é que pensa que mudou em si?

Aprendi bastante neste tempo, porque perdi um pouquinho a inocência. Percebi que trabalhar na música não é só ter uma boa percepção musical, compor e cantar. Não. É preciso entender o "business" da coisa e aprendi que o sucesso é uma gangorra: de vez em quando ela passa por você, de vez em quando ela sai de você, de vez em quando ela volta pra você. É preciso estar sempre atento as oportunidades do sucesso. O público é o meu maior patrão, resolve o que vai ser feito da minha vida. Na verdade, eles não sabem disso, mas o público é o responsável por tudo. Se o sucesso acontece é porque tem um público ali na frente que quer ver você.

E o que é que se manteve da Ana Carolina menina?

A força trabalhadora para o artesanato. Temos de ter bastante esperança, não podemos desistir. (Winston) Churchill tem uma frase maravilhosa que diz assim: "De fracasso em fracasso você chega ao sucesso". Isto significa que não nos devemos importar com todas as coisas que se atravessam no caminho e que nem sempre são fáceis, nem boas.

Em algum momento sentiu o fracasso?

Eu acho que... houve um disco que não correu muito bem, o disco de estúdio "Dois Quartos". De todos os meus álbuns e de toda a minha história, foi o mais complicado, não foi uma coisa que toda a gente amou. Mas a situação reverteu - se com o "Dois Quartos Ao Vivo", que toda a gente gostou. Devia ter feito logo ao vivo (risos).

No início da carreira, teve consciência do seu rápido sucesso?

Eu tomei um susto muito grande. Garota, vinda de fora, de Minas Gerais, fiz um programa de televisão e entendi que as pessoas me iam conhecer. Mas a primeira vez que alguém falou: "Vi - te num programa, dá - me um autógrafo", eu apanhei um susto. Parece bobagem estar a falar disto assim, porque já estou acostumada. Mas com 24 anos não tinha noção e comecei a fazer terapia. Hoje completo 10 anos de carreira e 10 anos de terapia (risos).

Sentia - se incomodada com a fama?

Um pouquinho... Quando saía para comer alguma coisa, entre uma garfada e outra tinha de tirar umas fotos... Achava bom, mas em alguns momentos, perdia a privacidade.

E como é que aprendeu a lidar com as polêmicas, sobretudo quando assumiu sua bissexualidade?

É engraçado que quando saiu essa revista com essa entrevista, um conhecido chegou ao pé de mim e falou assim: "Você gosta de homem também?". Foi bom, porque ficou logo claro para todo o mundo. As pessoas têm o hábito de se focarem só na arte, de não falarem da vida pessoal. Mas eu não tenho o menor problema com isso, não sofro com o facto de obter uma resposta positiva ou negativa. Para dizer a verdade, depois de ter dito isso, os shows continuaram lotados e os discos continuaram a vender - se. No fundo, no fundo, eu consegui provar uma coisa: As pessoas estão é interessadas na música. Há pessoas que se escondem por medo de serem atingidas de alguma maneira, mas eu demostrei que não. É importante que uma personalidade diga o que pensa, principalmente sobre os tabus da sexualidade que ainda existem aqui no Brasil claramente. Acho que dou força para que algumas pessoas possam viver de uma maneira mais livre e aberta em relação a sua sexualidade.

Se pudesse pô - los numa balança, quais dos dois lados pesaria mais: O de intérprete ou o de compositora?

Eu componho muito, mas a minha maior felicidade é quando outra pessoa canta, porque aquilo passa da cantautora. É muito provável que eu faça uma canção e a cante, mas quando a dou a alguém, consigo acertar um alvo diferente e fico muito realizada. Como cantora, eu gosto muito de fazer shows, mais do que ficar no estúdio. O palco é o lugar onde eu me sinto mais a vontade. É uma coisa de verdade, quando começa o show, os erros tem de ser perdoados, os apertos aplaudidos... é um risco, e eu gosto de correr esse risco. Mas o que eu gosto mais de fazer é mesmo compor.

Deseja acabar a vida a compor?

A compor, sempre.

Além da música, até onde vai a sua ambição?

Quero lançar outros artistas pelo meu selo (editora).

E para quando um regresso a Portugal?

No máximo até Junho, com muito prazer!


FONTE: Jornal O Metro
Colaboração Lígia Silva/ Portugal                     
                                                       

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

ANA CAROLINA: 'QUERO PEGAR O JESUS'

CANTORA MANDA RECADO A MADONNA EM CAMAROTE NO RIO DE JANEIRO

 

  
  
Rio - A cantora Ana Carolina foi assistir aos desfiles das Escolas de Samba pela segunda vez no camarote da Brahma. Torçedora da Beija - Flor, a cantora disse que vai esperar o desfile da Azul e Branca, que é a última a desfilar neste domingo. Ao saber que Madonna estará no camarote da Brahma, Ana Carolina disparou: "Nem sabia que ela viria, mas agora que sei quero mesmo é pegar o Jesus", disse, se referindo ao namorado da diva.


Ana - que tem uma música chamada "Eu Comi a Madona", revelou que tem vontade de conhecer a cantora norte - americana.
                Ela está aguardando o desfile da Beija - Flor, sua escola favorita. "Adoro carnaval, mas nem sempre tenho a oportunidade de acompanhar os desfiles".
               A cantora está de folga no Carnaval e disse que pretende voltar a Sapucaí no próximo domingo (15).


FONTE: O Dia/ R7                                                                                                                                                 

sábado, 6 de fevereiro de 2010

ANA CAROLINA CHEGA A GOIÂNIA COM A TURNÊ N9VE

CANTORA MISTURA MÚSICAS DO ÚLTIMO DISCO COM SUCESSOS DA CARREIRA

  
Ana Carolina segue em turnê com seu álbum N9ve. Neste sábado (6), ela se apresenta a meia - noite no Atlanta Music Hall, em Goiânia. Além das faixas do último disco, sucessos como O Avesso dos Ponteiros, Que Se Danem os Nós, A Canção Tocou na Hora Errada e Nada Pra Mim estão no roteiro.
                  Entre as novidades, estão Odeio, de Caetano Veloso, e um bloco de sambas que mistura Ela é Bamba, Não Quero Saber Mais Dela e Torpedo. Com 10 anos de carreira, a cantora se mostra multifacetada, assumindo um lado ora roqueiro, ora dramático ou romântico.
                O espetáculo tem direção e cenografia de Bia Lessa e busca criar um clima cinematográfico, com luzes e trilhos espalhados pelo palco.

SERVIÇO:

Ana Carolina
Endereço: Atlanta Music Hall - BR 153, km 10, saída para São Paulo 
Goiânia (GO) - (62) 3257 - 7000
Preço: R$ 24 a R$ 80 (mesas a partir de R$ 300 e camarote para 15 pessoas por R$ 500)


FONTE: R7 Entretenimento                                                       

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

PARA SUBIR O MORRO


Essa é para quem quer sacudir as cinzas do Carnaval em grande estilo: no próximo dia 19 de Fevereiro, três dias após a folia, tem início o Verão do Morro 2010. Em sua terceira edição no Morro da Urca - uma das vistas mais bonitas do Rio de Janeiro -, o projeto vai misturar música e cinema. 
              O cardápio de shows é bem variado. Tem samba com Maria Rita e Diogo Nogueira, MPB com Maria Gadú e Ana Carolina, pop rock com Paralamas e Erasmo Carlos e hip - hop com Marcelo D2.
                  Os amantes de cinema poderão curtir estreias de produções nacionais ao ar livre. Está na programação, filmes como Cabeça a Prêmio - do diretor Marco Ricca (19/02), Natimorto - do diretor Paulo Machline (20/02), Onde a Coruja Dorme - dirigido por Márcio Derraik e Simplício Neto (26/02) e Abaixando a Máquina - dos diretores Guillermo Planel e Renato de Paula (27/02). Ainda estão na lista, as produções Rita Cadillac - Lady do Povo, 5 vezes favela, As Melhores Coisas do Mundo, Rio Breaks, e Corpos Celestes. O Verão do Morro ainda será sede de uma mostra de micrometragens.

Confira as datas dos shows:

19 de Fevereiro - Marcelo D2
20 de Fevereiro - Baile do Simonal
26 de Fevereiro - Diogo Nogueira
27 de Fevereiro - Maria Gadú
05 de Março - Fernanda Abreu e Sany Pitybull
12 de Março - Ana Carolina
13 de Março - Noite Preta (Preta Gil)
19 de Março - Erasmo Carlos
20 de Março - Paralamas do Sucesso

OBS: O show ainda não foi confirmado pela produção da cantora.


FONTE: Blog Mente Aberta - Revista Época    

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

MULHERES DA DÉCADA


A Diva Ana Carolina está concorrendo no ano de 2005. VOTEM!!!!!!!!!

Vote em Ana Carolina clicando AQUI.

VOTEM!!!!!!!

Fonte: Contigo