terça-feira, 15 de dezembro de 2009

SAMBAS E ZIZI LEGITIMAM SARAU ARTIFICIAL DE ANA


   
RESENHA DE CD/ DVD
Título: Multishow Registro - Ana Car9lina + Um
Artista: Ana Carolina e convidados
Gravadora: Sony Music
Cotação: ***

A disposição gráfica do título Ana Car9lina + Um - tal como exposta nas capas do CD e DVD ora lançados por Ana Carolina neste mês de dezembro de 2009 - até pode sugerir também a leitura 9 + um numa alusão aos dez anos de carreira fonográfica da artista mineira. Contudo, o repertório deste projeto de duetos gira em torno de cancioneiros lançados nos álbuns Dois Quartos (2006) e N9ve (2009).
               Sem o devido recorte retrospectivo, o lançamento se sustenta unicamente nos inéditos encontros da artista com colegas como Maria Gadú ( na balada pseudo - blues Mais que a Mim, sobra do CD N9ve) e Angela Ro Ro ( em Homens e Mulheres, dueto que se revela espirituoso por conta da letra que prega á ambiguidade sexual). Mas a ideia do DVD em si resulta insatisfatória, porque o clima de sarau - criado no sítio carioca onde os duetos foram captados sob direção de Monique Gardenberg e produção musical de Alê Siqueira - soa bem artificial  pelo tom de espontaneidade ensaiada.
             O que acaba legitimando Ana Car9lina + Um são algumas participações realmente especiais. A de Zizi Possi valoriza a balada Ruas de Outono. A voz cristalina de Zizi percorre a melodia com leveza em registro que supera a gravação original da autora e a  imediata regravação de Gal Costa. Todos os quatro sambas também soaram sedutores no CD/DVD. Cabide ganha a ginga e a voz aveludada de Luiz Melodia. Já Milhares de Sambas parece mais bem inspirado no dueto de Ana com Roberta Sá, com uma aura de Velha Guarda. Tá Rindo, É? é puro suingue nas vozes afins e Ana e Seu Jorge, que repetem o encontro que rendeu o CD/DVD Ana & Jorge (2005).
             Da mesma forma, Gilberto Gil e Ana se entrosam bem em Torpedo, samba letrado por Gil. Oscilante nos últimos anos, a voz de Gil não estava na melhor nas formas da gravação - feita em agosto - mas o balanço do cantor é envolvente, com direito a scats no fim. Pena que o dueto com Maria Bethânia na guarânia Eu Que Não Sei Quase Nada do Mar  tenha ocorrido em fogo brando. Pena também que haja regravações extremamente reduntantes como a de 8 Estorias e 10 Minutos (esta somente no DVD, num vídeo - solo de Ana cheio de poses dramáticas que mais parece clipe antigo do programa Fantástico nos anos 70). Afinal, estas músicas já figuram no CD N9ve, lançado em agosto, e não justificam um segundo registro individual tão próximo do primeiro.
              No todo, Ana Carolina acerta ao acentuar a leveza de seu canto, sem os arroubos que, por vezes, empanam o brilho de suas interpretações. 9 + 1 não é igual a dez, mas tem seu valor. Que poderia ser maior se o repertório tivesse temas antigos, englobando todos os dez anos de carreira de Ana.

FONTE: Blog Mauro Ferreira                                                    

Nenhum comentário:

Postar um comentário