terça-feira, 8 de dezembro de 2009

ANA CAROLINA EM RITMO DE SAMBA

Cantora, que toca pandeiro há 15 anos, lança CD/DVD em que mostra lado sambista como intérprete e compositora.



 Rio - Se a paixão de Ana Carolina pelo pandeiro é antiga, o flerte com o samba está mais intenso no CD/DVD 'Multishow Registro - Ana Car9lina + Um', que chegou esta semana ás lojas. O repertório conta com as baladas românticas que marcaram sua carreira, mas traz a cantora interpretando sambas ao lado de Gilberto Gil, Seu Jorge, Roberta Sá e Luiz Melodia. Todos de sua autoria ou parceria.
        "Essa história começou quando a Mart'nália me pediu um samba. Ao fazer 'Cabide', senti que tinha uma chance de enveredar um pouco mais para esse lado" - conta Ana, que foi apresentada por Mart'nália ao compositor Mombaça: "Ele é da turma dela e inauguramos uma parceria com dois sambas" - diz a cantora, referindo - se a 'Tá Rindo, É?', deles com Totonho Villeroy, e 'Torpedo', musicas deles e letra de Gilberto Gil.
       Com Roberta Sá, Ana Carolina canta 'Milhares de Sambas' e reencontra Seu Jorge em 'Tá Rindo, É?. "Vi que Roberta é a voz dessa canção, mais que eu pensei no Jorge interpretando a letra" - conta ela, que ainda tem a companhia de Luiz Melodia em 'Cabide'.
          Ana, 35 anos, toca pandeiro desde os 20 e criou uma relação intensa com o instrumento: "Quando escutei 'Olho de Peixe', disco de Lenine, ficava tentando tocar como Marcos Suzanos (percussionista). Acabei criando um jeito de tocar e o pandeiro se tornou tão forte no meu trabalho que não consigo mais tirá - lo da minha vida", diz ela, dona de oito pandeiros em casa em mais sete que rodam o país, entre os instrumentos do seu show. " O meu é feito com a minha medida, com a grossura do couro que peço especialmente ao Lanka (artesão de Campina Grande, na Paraíba)".
           Ana Carolina até cogita fazer um álbum dedicado ao batuque. "Não me assustaria se um dia eu quisesse gravar um CD só de samba. Adoro experimentar", revela. Até lá, vai ouvindo os mestres para aprender. "Gosto muito do Arlindo Cruz, Sombrinha, escuto esses caras há um tempinho. E, quando eu era criança, ouvia Geraldo Pereira, João da Baiana. Sigo tentando fazer samba", brinca ela, confessando que leva jeito para compor, mas não para sambar. "Torço pela Beija - Flor, gosto de assistir aos desfiles, mas acho que não conseguiria ficar uma hora desfilando", completa.
         No DVD, Ana Carolina ainda canta 'Mais Que a Mim', com a atual fenômeno da MPB, Maria Gadú, e fez um dueto ultra irreverente com Ângela Rô Rô em 'Homens e Mulheres'.

FONTE: O Dia Online                                                         

Nenhum comentário:

Postar um comentário